PLANO DE CONTAS: MELHORANDO O CONTROLE DE ENTRADAS E SAÍDAS

O plano de contas é a melhor forma do varejista controlar as movimentações financeiras da sua loja.

No plano de contas todas as movimentações financeiras são registradas, de modo que o gestor possa administrar esses dados e usá-los para tomar decisões importantes para a empresa. Essa ferramenta também é importante para controlar os gastos e as despesas da empresa, de uma forma que ajuda o varejista a evitar que a empresa entre em um buraco financeiro.

O plano de contas é baseado na criação de classificações para os registros financeiros, organizando esses registros de acordo com a natureza, o motivo e o impacto na loja.

Realizar esse plano é fundamental para que você consiga realizar um planejamento financeiro eficiente para seu negócio.

COMO FUNCIONA A ESTRUTURA DO PLANO DE CONTAS?

Normalmente a estrutura do plano de contas é definida por uma forma de “árvore”, de forma que sejam definidos os grupos, os subgrupos e os níveis de cada registro que deve ser apresentado nesse plano.

Seguindo uma organização é aconselhado que comece pelas receitas até chegar nas despesas.

Nesse artigo fizemos um passo a passo básico para montar um plano de contas correto.

O primeiro ponto que deve ser observado é que é preciso uma descrição detalhada de cada grupo do plano.

Uma empresa pode apresentar diversas receitas e despesas variadas, portanto o responsável por registrar as informações precisa ter conhecimento sobre a estrutura do plano de contas para que o resultado seja de fácil leitura para quem precisar acessar as informações.

RECEITAS DO PLANO DE CONTAS

Em receitas deve ser especificado cada particularidade de cada movimentação que gera rendimentos para a loja.

Deve ser detalhado a natureza da operação,o tipo do produto que foi comercializado, o valor envolvido, o valor descontado e as outras informações que o varejista analisar como necessárias para a formação de marcadores.

É interessante separar em subgrupos, de acordo com cada particularidade de venda. Por exemplo: venda de produtos e de serviços.

DESPESAS NO PLANO DE CONTAS

As despesas também precisam ser dividas em grupos e subgrupos de acordo com a origem e o motivo.

Algumas despesas podem estar conectadas com algumas receitas, por exemplo: as comissões de vendedores, nesse caso é importante que se crie informações nesse tópico que conecte as informações obtidas em receitas com as informações que serão lançadas aqui.

O plano de contas deve abranger todas as despesas da loja. Despesas fixas, devem ser separadas em subgrupos como por exemplo: despesas com funcionários, gastos operacionais, investimento em produtos e em marketing. As despesas temporárias também devem ser separadas e classificadas de acordo com a natureza de cada uma, por exemplo: gastos com reforma da loja, hora extra, etc.

Um plano de contas é essencial para que o varejista tenha um controle financeiro organizado e correto da sua loja.

As empresas que conseguem reduzir custos, economizar e investir em ações de crescimento de mercado possuem um plano de contas concretizado e usam como base para todas as ações financeiras do dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *